VARIEDADES | Coluna Izabella Barreto

Como usar a lupa na arquitetura

Estive afastada nas últimas semanas devido ao excesso de trabalho. Admito que não me orgulho de não ter dado conta de todos os serviços, mas essa frustração foi muito importante para hoje eu estar aqui sendo tão honesta em exteriorizar minha falha.

Como acredito que tudo acontece para aprimorarmos algo em nós, vi esta situação como um aprendizado, me mostrando que devo sim me organizar e planejar melhor algumas partes da minha vida, até por que, planejar é sinônimo de projeto, e eu vivo de projetos, certo?!

Nas últimas semanas inclusive organizei uma série de artigos sobre metodologia de projeto de arquitetura, e hoje estava planejado falarmos sobre a etapa de detalhamento. Esse meu atraso no cronograma está sendo muito benéfico para falarmos sobre o assunto, portanto vamos lá!

O trabalho do arquiteto é organizar um conjunto de estratégias técnicas e estéticas a favor da realização do sonho do cliente, e essas estratégias são apresentadas em vários níveis durante o processo. Como falamos anteriormente, começamos nas pesquisas, chegamos ao campo das ideias na etapa do Processo Criativo, e começamos a organizar a obra no executivo, mas enquanto essa fase se expressa muito nas partes brutas e inicias da obra, para mim o detalhamento é o pente fino do planejamento.

Errado está quem pensa que projeto é apenas desenho!

Projeto é cronograma e planilha também, e o detalhamento é justamente, essas informações mais aprimoradas e peneirados numa escala de maior atenção. Exemplo é a escala que usamos quando tratamos dessa etapa. Enquanto em um projeto executivo, trabalhamos em escalas maiores, como 1/50, 1/100, 1/125, tendo uma visão macro geral dos espaços, é no detalhamento que aumentamos o zoom e verificamos de forma clara cada um dos pontos reais a serem considerados.

De forma prática, geralmente trabalhamos de diferentes formas quando detalhamos, e mediante alguns feedbacks que estou tendo com meu grupo de estagiários, acho mais que relevante dividir aqui algo bem técnico e didático... Profissionais, não tenham medo das diferentes escalas, em diferentes detalhes.

Mas como assim?

Vejo no meu dia a dia que o detalhamento é passível de muita atenção justamente porque ele precisa andar entre várias escalas ao mesmo tempo, ou seja, mudamos o zoom do desenho sempre, a fim de mostrar o que é necessário para a execução daquele projeto.

Quando detalhamos um ambiente, como um banheiro, por exemplo, é muito comum utilizarmos a escala 1/25, 1/20, pois elas permitem que mostremos de forma clara a espacialidade daquele local, aumentando o numero de informações. Mas erra quem pensa que detalhar um cômodo é apenas aumentar o número de informações.

Precisamos considerar nessa etapa literalmente todos os aspectos que abrangem aquele espaço, e é esse entendimento que pode diferenciar uma execução mais ou menos de uma de qualidade. Continuando a exemplificação do banheiro, de forma básica, podemos listar como itens a serem detalhados a bancada, a torneira, a cuba, a marcenaria, a iluminação, os acabamentos do box, a marcenaria, o espelho, entre outros, e cada um desses itens, além de descritos, em muitos casos necessitam sim ser detalhados especificamente em desenho.

Esses detalhes dentro dos detalhes, é que ditam a regra do real planejamento e ação para a concretização, pois mostra aos executores de diferentes serviços, o que fazer e como fazer, e para isso ser apresentado de forma clara e objetiva, as escalas se modificam para dar maior destaque a pequenos locais do projeto que precisam de atenção.

Escalas como 1/10, 1/5, 1/2 e sim, 1/1 são importantíssimas para de fato alcançarmos o sucesso do projeto na obra, portanto não tenham medo da escala!

Sim, o zoom é desafiador, pois quanto mais de perto chegamos com a lupa, mais informações precisam ser dadas, e como não sabemos de tudo, planejar e organizar significa também, saber que não se faz tudo sozinho, e no detalhamento é primordial uma boa comunicação com os parceiros de diferentes esferas para alinhamento das informações e desenhos.

Escrito por:
IZABELLA BARRETO

Arquiteta Urbanista especialista em projeto e patrimônio, sendo co-fundadora do estúdio de arte em arquitetura CAZA Arquitetura & Interiores. Além do trabalho diário em projetos e obras, Izabella destaca-se pelo compartilhamento do empreendedorismo feminino através do papel da mulher no mercado de obras, e se coloca em uma missão permanente de entendimento que a arquitetura deve ser descomplicada, e proporcionadora de qualidade de vida.

Instagram: instagram.com/izabellaarq
Linkedin: linkedin.com/in/izabellabarretoarq
Site Pessoal: izabellabarreto.wixsite.com/izabellaarq




VEJA TAMBÉM



VARIEDADES  |   23/10/2021 13h20





VARIEDADES  |   22/10/2021 18h28


VARIEDADES  |   22/10/2021 12h00

Palmas - TO