POLÍTICA

Dianópolis: vereadores são cassados por suposto abuso de poder econômico

 
O Tribunal Eleitoral ordenou a cassação de dois vereadores da cidade de Dianópolis sob a acusação de suposto abuso de poder econômico.

 
O processo que gerou essa decisão foi movido pelo PTB que identificou o uso de candidaturas femininas laranjas para cumprir a cota de gênero de 30%. Segundo o PTB, houve violação à cota de gênero nas candidaturas registradas, tendo em vista que,  as candidatas Cleide Santos (REPUBLICANOS 10.357), Rivana Soares (PATRIOTA 51.941) e Thaizy Costa (DEM 25.321) não obtiveram votos nas eleições de 2020.

A decisão resultou na cassação do registro dos vereadores eleitos Gena Ferreira (Patriota) e André Cavalari (Patriota), além de condenar outros 13 candidatos que foram diretamente beneficiados pela fraude.
Além disso, o juiz Baldur Rocha Giovannini determinou o recálculo dos quocientes partidários e eleitorais, excluindo os votos angariados pela chapa que se beneficiou do esquema. O magistrado também declarou a inelegibilidade de 08 anos da investigada RIVANA SOARES DANTAS.
 
A Justiça Eleitoral determinou a cassação de dois vereadores da cidade de Dianópolis por abuso de poder econômico.

O processo que gerou essa decisão foi movido pelo pelo PTB que identificou o uso de candidaturas femininas laranjas para cumprir a cota de gênero de 30%. Segundo o PTB,  houve violação à cota de gênero nas candidaturas registradas, tendo em vista que,  as candidatas Cleide Santos (REPUBLICANOS 10.357), Rivana Soares (PATRIOTA 51.941) e Thaizy Costa (DEM 25.321) não obtiveram votos nas eleições de 2020.
A decisão resultou na cassação do registro dos vereadores eleitos Gena Ferreira (Patriota) e André Cavalari (Patriota), além de condenar outros 13 candidatos que foram diretamente beneficiados pela fraude.
Além disso, o juiz Baldur Rocha Giovannini determinou o recálculo dos quocientes partidários e eleitorais, excluindo os votos angariados pela chapa que se beneficiou do esquema. O magistrado também declarou a inelegibilidade de 08 anos da investigada RIVANA SOARES DANTAS.
Candidatos que tiveram o registro ou diploma de candidaturas diretamente beneficiados pela fraude perpetrada, nos termos do artigo 22, XIV, da LC nº 64/90, a saber:
1. Rivana Soares Dantas;
2. Genivaldo Ferreira dos Santos (Gena);
3. Andre Luis Nunes Cavalari;
Num. 90064788 – Pág. 27
4. Karla Érica Rosa;
5. Sólon Alexandre Costa Póvoa;
6. Rondinele Alves Lima;
7. Sabrina Jardim Barros Santos;
8. Reinaldo Pereira de Oliveira (nêgo rei);
9. Vanderley Antônio da Silva;
10. Beatriz Bispo da Silva;
11. Ary Magno Soares Martins;
12. Igor Souza Dias;
13. Janete Soares Pereira da Silva;
14. Geraldo de Souza Dias Júnior;
15. Luciano Cândido Reis
 




VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   20/08/2021 21h29

Dianópolis - TO
 




POLÍTICA  |   17/08/2021 15h26

Dianópolis - TO
 

POLÍTICA  |   06/08/2021 08h12

Dianópolis - TO