POLÍTICA

Jander Araújo, Ramilla Cavalcante e Otávio Fraz declaram apoio a Ester Nogueira


Pré-candidata de oposição na eleição da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins), Ester Nogueira recebeu, no final de semana, três importantes apoios para a disputa classista de novembro.
O ex-procurador-geral de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia Jander Araújo; a advogada, professora e ex-vice-presidente da Caato (Caixa de Assistência ao Advogado do Tocantins), Ramilla Cavalcante; e o ex-presidente da Comissão de Apoio ao Advogado em Início de Carreira (Jovens Advogados), Otávio Fraz.
Todos eles fizeram parte da chapa vencedora da eleição de 2015, encabeçada pelo advogado Walter Ohofugi, que também já declarou apoio a Ester Nogueira.
“Estamos intensificando as conversas e trabalhando com um grupo cada vez maior, que representa vários setores diferentes da advocacia. As necessidades da nossa classe são muitas e todos concordam que a nova gestão da OAB precisa de credibilidade para poder coordenar um trabalho que realmente beneficie os advogados e advogadas”, destacou Ester.
 
Motivos do apoio
Em carta aberta, Jander Araújo, que chegou a se lançar pré-candidato a presidente da OAB-TO neste ano, fez um histórico sobre as eleições classistas desde 2015, lembrando como foram as disputas que elegeram Ohofugi em 2015 e o atual presidente Gedeon Pitaluga, em 2018. Para Jander Araújo, Gedeon Pitaluga não possui, no momento, credibilidade para estar à frente da instituição. “A atual gestão definitivamente não representa meus ideais. O atual presidente não tem legitimidade para ser representante classista. A Procuradoria de Defesa das Prerrogativas da Advocacia foi totalmente desmontada. As promessas de campanha não foram cumpridas. Hoje, o advogado tem que implorar para ser atendido por magistrados e alvarás sequer são expedidos em nome da sociedade da advocacia”, frisa Jander.
 
Na carta, o advogado ressalta, ainda, que fez uma análise de todos os possíveis postulantes da oposição e concluiu que Ester Nogueira é o melhor nome e a pessoa com reais chances de vitória. “Os motivos são claros, pois a advogada Ester Nogueira já foi gestora da OAB-TO presidindo a Caato, já participou como candidata em outra campanha, é conhecida em todo o Estado do Tocantins e possui quase 40 anos de profissão. Enfim, acredito que seja o nome capaz de promover essa transição que almejamos na OAB tocantinense”, sustenta.
 
Por sua vez, Ramilla Cavalcante defendeu a necessidade da OAB-TO voltar a ter a credibilidade necessária para que a instituição possa fazer um trabalho de defesa da advocacia como um todo. Ela elogiou o perfil de Ester, destacando os 37 anos de profissão da advogada. “Ester é uma mulher atuante e respeitada, que possui mais de 30 anos de trabalho na advocacia de forma ética. Ela tem capacidade de diálogo com todos os setores e é ficha limpa”, pontuou.
 
Otávio Fraz também destacou as qualidades e a experiência de Ester. “Ester sempre trabalhou e conhece a advocacia há muitos anos, vive e respira a nossa profissão. Sempre desenvolveu um trabalho sério e honesto. É uma profissional aguerrida e uma mãe cuidadosa, com sua candidatura, temos uma chance de unir a classe em torno da valorização, diante do descrédito que assolou nossa profissão nos últimos três anos”, afirmou.
 




VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |   28/09/2021 20h58

Palmas - TO
 

POLÍTICA  |   28/09/2021 20h56


POLÍTICA  |   28/09/2021 13h58

Palmas - TO