EDUCAÇÃO

Sebrae e Fieto iniciam capacitações do Projeto Na Rota da Exportação
Gestão de preços, mercado potencial e formas de pagamentos estão entre as orientações

Começaram na manhã da última segunda-feira, 18, as atividades do Projeto Na Rota da Exportação, desenvolvido pelo Sebrae em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto). O objetivo do projeto é preparar os pequenos negócios, para que possam inserir seus produtos e serviços no mercado internacional, após as capacitações preparatórias, que irão ocorrer até outubro de 2022, em Palmas.

Por meio dos treinamentos presenciais e virtuais, os empresários receberam orientações sobre como precificar seus produtos de maneira adequada, identificar melhores embalagens, formas de envio, o mercado potencial, o lote mínimo para exportação e receber pagamento seguro, até que se sintam preparados para entrar no comércio exterior. Os participantes também terão acesso às rodadas de negócios e feiras internacionais.

Para a diretora técnica do Sebrae Tocantins, Eliana Castro, a ampliação do acesso ao mercado internacional é muito importante para gerar lucratividade ao pequeno negócio. “Com o projeto, o Sebrae e a Fieto buscam apoiar as empresas a ingressarem na rota da exportação, e não medimos esforços na busca de caminhos que façam com que a competitividade das empresas tocantinenses seja aumentada e expandida mundo afora", pontuou.

Para o presidente da Fieto, Roberto Pires, as empresas tocantinenses precisam aproveitar as oportunidades para ingressarem no mercado externo. “Com a crise causada pela pandemia, os grandes mercados internacionais estão reformulando suas cadeias globais de valores, criando uma grande oportunidade para empresas brasileiras ingressarem no mercado mundial. O projeto na Rota da Exportação busca preparar e capacitar as empresas do Tocantins para aproveitarem esse momento”, afirmou.

Segundo Jorge Elias Milhem, consultor da área internacional do Sebrae, o projeto tem a missão de preparar os empresários para que possam olhar para o mercado externo, de forma tão natural quanto o interno. “São 15 empresas tocantinenses dispostas a exportar. Vamos prepará-las, ao longo de um ano, de maneira que, após os treinamentos e capacitações, elas já estejam inclusas no mercado internacional, elevando o patamar mercadológico no estado”, destacou. (Assessoria de Imprensa do Sebrae Tocantins)


Participe do nosso grupo do WhatsApp




VEJA TAMBÉM



EDUCAÇÃO  |   25/11/2021 13h04

Palmas - TO
 




EDUCAÇÃO  |   24/11/2021 18h35

Palmas - TO
 

EDUCAÇÃO  |   23/11/2021 13h13

Palmas - TO