CIDADES

Tempo médio para abrir uma empresa no Tocantins é de até 33 horas
O resultado é o menor já registrado e abaixo da média nacional

Há 10 anos, abrir uma empresa no Tocantins exigia, em média, 15 dias. Foi assim com o contador Francisco Santiago, quando decidiu abrir o próprio escritório de contabilidade. “Tinha cliente para atender e precisei esperar o CNPJ sair”, contou o empresário sorrindo. No último mês de setembro, no Tocantins, o tempo médio para abertura de uma empresa atingiu a marca recorde de até 33 horas (1 dia e 9 horas), tempo inferior à média nacional, que atualmente representa cerca de 69 horas (2 dias e 21 horas). O resultado positivo, que auxilia os empreendedores na abertura de um negócio formalizado, é fruto da parceria institucional entre a Junta Comercial do Tocantins (Jucetins) e o Sebrae Tocantins.

Até dezembro de 2020, um dos indicadores trabalhados pelo Sebrae juntamente com a JUCETINS para reduzir o tempo médio de abertura de empresas no Estado, atingiu a marca de até 72 horas (4 dias), gerando um resultado positivo se comparado aos últimos anos e alcançado no fechamento do ano calendário/2020. Como estratégia de atuação para o ano de 2021, a estimativa projetada para alcance até dezembro contemplou a projeção de reduzir o tempo médio de abertura empresarial para até 48 horas (2 dias).

“O Estado do Tocantins, conseguiu no fechamento consolidado de setembro/2021 atingir o tempo médio de abertura empresarial de 33 horas (1 dia e 9 horas), superando a meta anual prevista para 2021 que era de 48 horas mínimas,  trazendo resultados positivos para os empreendedores que hoje conseguem abrir as suas empresas em tempo recorde e inferior inclusive a outras regiões do país. O Sebrae tem atuado fortemente em parceria com a Jucetins, unindo esforços para a simplificação de processos e melhoria  do atendimento empresarial, tornando o Tocantins cada vez mais competitivo e atraente para novas empresas e investidores”, destaca o superintendente do Sebrae, Moisés Gomes.

O Estado do  Tocantins ocupa atualmente a 8ª posição no ranking dos estados brasileiros onde é mais rápido abrir uma empresa. Os dados apresentados são do Governo Federal e do Portal da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim).

Em setembro, no Brasil, foram abertas 62.334 novas empresas e no Tocantins foram registrados 438 novos pedidos de abertura de empresas. Uma delas é a Smartstore, primeira mini conveniência em condomínios de Palmas. A proprietária, Alessandra Silva Neres, que já abriu uma empresa em 2017 e precisou esperar mais de 15 dias por um CNPJ, desta vez, conseguiu abrir em menos de dois dias. “Foi muito rápido e essa agilidade, na minha opinião, é um incentivo para as empresas se regularizarem”, contou a empreendedora.

A presidente da Jucetins, Thaís Coelho, destaca as iniciativas sobre processos de digitalização e desburocratização: “Investimos em tecnologia e na consolidação de parcerias para agilizarmos o processo de abertura de empresas. Adotamos a assinatura avançada, integramos o nosso sistema com o portal Gov.BR do Governo Federal, passamos a ser exclusivamente digitais e ainda temos o deferimento automático. Quando o usuário usa o contrato padrão, o CNPJ dele sai na hora. Aliado a isso, o Simplifica Tocantins chegou a todos os municípios do Tocantins e firmamos parcerias com os outros órgãos responsáveis pela legalização de empresas”.

O Sebrae é parceiro da Jucetins, realizando o atendimento e a orientação aos empreendedores no processo de abertura empresarial, por meio das agências de atendimento do Sebrae em todo o Estado e das Salas do Empreendedor.


Participe do nosso grupo do WhatsApp




VEJA TAMBÉM



CIDADES  |   01/12/2021 18h45

Palmas - TO
 




CIDADES  |   01/12/2021 18h39

Palmas - TO
 

CIDADES  |   01/12/2021 08h20

Palmas - TO