CIDADES

Implantação do programa Vida no Trânsito é discutida em Gurupi

Nesta terça-feira, 30, uma reunião envolvendo os órgãos de segurança, trânsito e saúde de Gurupi, e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), tratou sobre a implantação do programa Vida no Trânsito no município, com foco na prevenção de lesões e mortes no trânsito.
 
O programa é uma iniciativa do Ministério da Saúde e tem como objetivo reforçar a segurança e conhecer a realidade do trânsito gurupiense. A principal característica da iniciativa é o trabalho em conjunto entre os diversos setores ligados, direta ou indiretamente, à segurança viária, visando o fortalecimento de políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito.
 
A gerente de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (Dant) da SES, Simone Gondim, explicou que o programa é desenvolvido em Palmas desde 2011, e que será expandido para as cidades de Araguaína e Gurupi. “Queremos conhecer os principais fatores e condutas de risco dos acidentes de trânsito em Gurupi, para trabalhar com foco nas ações preventivas voltadas aos principais motivos, seja problemas de infraestrutura, álcool no trânsito, entre outros”, disse.
 
A coordenadora municipal de Vigilância Epidemiológica, Daniela Araújo, representou a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), e destacou a importância da implantação do programa em Gurupi. “Estamos conhecendo a realidade do trânsito gurupiense visando cada vez mais ofertarmos políticas preventivas no trânsito e redução das mortes por acidente dentro do município. Seremos parceiros em tudo que vem para somar e gerar melhorias ao nosso trabalho e para a comunidade”, afirmou.
 
O chefe de posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Gurupi, Joaquim Franco, também participou da reunião. “É importante todos os órgãos trabalharem juntos em prol da segurança no trânsito, e nesta parceria podemos saber como os acidentes estão demandando cada órgão, por exemplo, qual é o percentual de atendimento relacionado a acidentes em detrimento de outras demandas como combate à criminalidade. É fundamental discutirmos este aspecto, para melhorarmos cada vez mais o atendimento à população”, comentou.
 
Após a reunião, o próximo passo, segundo a gerente da SES, é formar uma comissão para levantar os dados relacionados a acidentes de trânsito de cada órgão envolvido. “O que esperamos é que seja formado um comitê para trabalhar com essas informações, a gente começa pelo setor de estatísticas, que será uma comissão de dados que vai trabalhar com as informações de cada órgão e juntar esses dados para começarmos a fazer as intervenções necessárias”, explicou Simone.
 
Os órgãos representados na reunião foram a Secretaria de Estado da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, SAMU, Hospital Regional de Gurupi, CIRETRAN, Polícia Rodoviária Federal, Agência Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT), e Instituto Médico Legal (IML).
 


Participe do nosso grupo do WhatsApp




VEJA TAMBÉM



CIDADES  |   25/01/2022 11h47

Gurupi - TO
 




CIDADES  |   24/01/2022 18h00

Gurupi - TO
 

CIDADES  |   24/01/2022 18h00

Gurupi - TO